Grace Mai/21
Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Pharma InnovationMedicamentosPreços dos medicamentos hospitalares têm alta de 14,6%

Preços dos medicamentos hospitalares têm alta de 14,6%

  • Written by:

Os preços dos medicamentos hospitalares subiram 14,69% no primeiro semestre deste ano, de acordo com o Índice de Preços de Medicamentos para Hospitais (IPM-H), indicador criado pela Fipe em parceria com a Bionexo. 

Segundo a reportagem, o resultado do primeiro semestre de 2021 superou o comportamento do IPCA/IBGE (3,77%) e da taxa média de câmbio (com queda de 2,21%), mas inferior ao IGP-M/FGV (15,08%) no período. Foi a segunda maior alta semestral desde o início da contagem da série histórica em 2015, ficando abaixo do ano passado.

O grupo de medicamentos que apresentou as maiores altas são aqueles usados no tratamento para a covid-19. Pelos dados, no primeiro semestre, os remédios para o sistema nervoso aumentaram 35,52%, os do sistema musculoesquelético outros 23,41%, preparados hormonais sistêmicos chegaram a 23,26%, sangue e órgãos hematopoiéticos cresceram 19,26%, aparelho digestivo e metabolismo tiveram alta de 13,58% e anti-infecciosos gerais para uso sistêmico aumentaram 13,41% no período.

Já em relação aos últimos 12 meses encerrados em junho, os medicamentos que contribuíram para a alta do IPM-H foram dos grupos do sistema nervoso (33,80%), sistema musculoesquelético (31,12%), sangue e órgãos hematopoiéticos (22,75%), preparados hormonais sistêmicos (20,89%) e aparelho digestivo e metabolismo (19,13%).

“A pandemia do novo coronavírus e seus efeitos sobre as crises sanitária e econômica no país têm afetado os preços dos produtos pela combinação de vários fatores, entre eles o aumento da demanda dos sistemas de saúde, desabastecimento do mercado doméstico, efeitos cambiais e do preço de insumos”, informou a Fipe.

 

 

 

 

 

Fonte: Valor Econômico 14.07.2021

Comments are closed.

Parceiros