Chemyunion PHI 0820
Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Pharma InnovationRadarOs dez medicamentos campeões de vendas em 2020

Os dez medicamentos campeões de vendas em 2020

  • Written by:

Um levantamento da IQVIA relacionou os dez medicamentos mais comercializados nas farmácias brasileiras em 2020, com algumas mudanças significativas em relação ao ano anterior

Segundo a consultoria, o volume de vendas totalizou 4,66 bilhões de unidades nos últimos 12 meses até novembro.

Novo líder

A liderança mudou de dono. O Glifage XR, remédio da Merck usado no tratamento do diabetes, ultrapassou o descongestionante nasal Neosoro AD, da Neo Química. O medicamento do laboratório alemão ganhou neste ano uma nova versão, com apresentação de 500/30 mg – que se tornou a primeira combinação de cloridrato de melformina e gliclazida em um comprimido único de liberação prolongada.

Fato novo

Mas a principal novidade da lista é mesmo a ivermectina, da Vitamedic, na quarta colocação. O medicamento, que sequer figurava entre os 20 campeões de vendas, superou 4 milhões de menções no Google e conquistou a atenção das redes sociais e da mídia pelos supostos benefícios no combate à Covid-19.

A crescente demanda pelo vermífugo, inclusive, levou a farmacêutica a investir R$ 320 milhões na expansão da capacidade produtiva de sua planta no Distrito Industrial de Anápolis (GO). Os executivos da empresa esperam que o laboratório salte da 23ª posição para o top 10 das fabricantes de medicamentos no país.

Dose tripla

A Neo Química é a única com mais de um fármaco no ranking. O Losartan Potas.MG aparece em terceiro lugar, um degrau acima na comparação com 2019. Também ocupa a décima colocação com o Torsilax.

Queda

O Maxalgina, da Natulab, caiu duas colocações e foi o quinto remédio mais vendido. Fontes do mercado avaliam que o resultado foi impactado também por recentes problemas na relação com distribuidores e grandes varejistas. Em setembro, a companhia baiana promoveu mudanças na presidência e passou a ter como CEO Luiz Elisio Melo, executivo com mais de dez anos de experiência no varejo alimentar.

Poucas estrangeiras

Além da Merck, apenas a Sanofi marca presença no levantamento. Completam a lista as brasileiras Cimed, Teuto e União Química.

Ranking 2020

Ranking 2019

* Fonte: IQVIA, PM Mix, base Nov’20, métrica em Unidades, total Brasil, apenas canal Varejo

 

 

 

 

 

Fonte: Panorama Farmacêutico 09.01.2021

Comments are closed.

Parceiros