Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Pharma InnovationVarejoGrandes redes de farmácias têm maior crescimento desde 2015

Grandes redes de farmácias têm maior crescimento desde 2015

  • Written by:

As 23 redes afiliadas à Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) movimentaram R$ 53,46 bilhões em 2019, um aumento de 11,14% sobre 2018. É o melhor desempenho do grande varejo farmacêutico desde 2015. 

Os dados foram compilados pela Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo (FIA-USP). As empresas associadas detêm um market share de 44% do setor, mesmo representando pouco mais de 10% das 78 mil farmácias em operação no país.

“A recuperação é sólida e não se baseia em aumento de preço nas lojas, mas em uma alta no volume de unidades de produtos comercializadas. Isso permite prever que, em 2020, teremos a maior taxa de expansão dos últimos sete anos”, avalia Sergio Mena Barreto, CEO da Abrafarma. Ainda de acordo com o executivo, a retomada do emprego e a melhoria do poder de compra dos brasileiros, ainda que de forma lenta, contribuiu para o resultado.

A venda dos medicamentos isentos de prescrição (MIPs) e os chamados não medicamentos – itens de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos – exerceram maior influência na performance. Este último registrou alta de 11,11%, contabilizando R$ 17,13 bilhões. Já a comercialização dos MIPs avançou 20,82% no período e totalizou R$ 9,12 bilhões. A venda geral de medicamentos chegou a R$ 36,32 bilhões, um incremento de 11,15% em relação ao período entre janeiro e dezembro de 2018. Já os genéricos movimentaram R$ 6,06 bilhões e registraram uma evolução de 10,38%.

Ao todo, mais de 2,68 bilhões de unidades foram comercializadas e o volume de atendimentos ultrapassou 974 milhões. O número de funcionários e colaboradores nas farmácias passou de 129 mil para 133 mil, dos quais 24,5 mil são farmacêuticos. Os profissionais estão distribuídos nas 7.974 lojas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. O número de estabelecimentos que operam 24 horas cresceu 11%, passando de 853 para 947 no período.

Comments are closed.